ANFÍBIOS

A ÁGUA É UM FACTOR ESSENCIAL

PARA ASSEGURAR A SUA PRESENÇA

De elevada importância para os anfíbios pela sua abundância em água, esta Bio-Reserva alberga nas zonas mais recônditas e sombrias importantes populações da rara salamandra-lusitânica (Chioglossa lusitanica).

 

Tanto nos cursos de água corrente como nas solos húmidos que os ladeiam, podemos detetar facilmente a rã-ibérica (Rana iberica).

 

Nos charcos, a rã-verde (Pelophylax perezi) entoa o seu coaxar, acompanhada pelos discretos tritões-marmorados (Triturus marmoratus) e tritões-de-ventre-laranja (Lissotriton boscai).

 

Frequentemente, encontramos a explorar novos territórios a salamandra-de-pintas-amarelas (Salamandra salamandra) e o aventureiro sapo-comum (Bufo spinosus).

VISITE OS CHARCOS DA BIO-

-RESERVA SENHORA DA ALEGRIA

Alytidae

Sapo-parteiro-comum Alytes obstetricans

Bufonidae

Sapo-comum Bufo spinosus

Ranidae

Rã-verde Pelophylax perezi

Rã-ibérica Rana iberica

ANUROS

Salamandridae

Salamandra-de-costelas-salientes 

Pleurodeles waltl

Salamandra-de-pintas-amarelas 

Salamandra salamandra

Salamandra-lusitânica Chioglossa lusitanica

Tritão-de-ventre-laranja Lissotriton boscai

Tritão-marmorado Triturus marmoratus

Tritão-pigmeu Triturus pygmaeus

CAUDADOS

E ALÉM DOS ANFÍBIOS...

Lagarto.png

Créditos das imagens

Antje Schultner: Foto da capa

Frits Ahlefeldt: Rã

Stefan Yatanski: Salamandra

Yuliya Derbisheva: Pássaro

Freepik.com: Esquilo e planta