top of page

Crowdfunding 2022

Expansão da Bio-Reserva Senhora da Alegria!

Pela salvaguarda de vulneráveis redutos de bosque nativo, garantindo a sua preservação para o futuro!
Objetivo inicial atingido: 22.000€ 

Os valores angariados são atualizados diariamente de forma manual.

A Bio-Reserva Senhora da Alegria será sempre um espaço que ocupa um lugar especial no nosso coração e no daqueles que a visitam. Um verdadeiro oásis de biodiversidade na região, reservatório de vida, local de contemplação e território de exploração para qualquer naturalista, esta Bio-Reserva contará em breve com um aumento considerável da sua área.

Graças à sua ajuda, a expansão da área da Bio-Reserva está agora em andamento!

Para combater as ameaças que constituem o abate de fabulosos bosques nativos, a propagação da floresta exótica invasora, bem como a perda de biodiversidade que estas implicam, a Milvoz teve em curso uma campanha de angariação de fundos que permite agora a aquisição de novos terrenos na periferia da Bio-Reserva Senhora da Alegria. O mote que levou a esta campanha foi a destruição de uma das zonas prioritárias para a expansão que estava já pré-planeada, um bosque de choupos e salgueiros que se estabelecia nesse terreno pantanoso, de alto valor de conservação.

 

Cortes indiscriminados de florestas como estas acontecem todos os dias, encaminhando-nos cada vez mais para o caminho sem retorno que é o empobrecimento da biodiversidade por intermédio da perda de habitat. Além disso, o dióxido de carbono há tantos anos armazenado no tecido destas árvores perde-se para a atmosfera, seguindo a direção oposta àquela que queremos na luta contra as alterações climáticas.

A Milvoz sugere uma abordagem diferente, baseada na natureza e na paisagem rural tradicional. Isso significa que os nossos espaços permanecerão sempre florestas selvagens e biodiversas, com o mínimo de perturbação possível, não deixando por isso de aqui praticar educação e sensibilização ambiental com o envolvimento das comunidades locais, por forma a espalhar a importante mensagem de salvaguarda do património natural. Temos motivos para continuar a praticar uma gestão ambiental equilibrada e em sintonia com o ecossistema que impera na encosta da Bio-Reserva Senhora da Alegria. Desde 2019, ano da criação desta Bio-Reserva, a qualidade da água e a beleza da galeria ripícola escalaram consideravelmente e favorecemos a ocorrência de diversas espécies pela simples criação de charcos e pontos de água, construção de abrigos e caixas-ninho e melhoramento ecológico de setores degradados. Com a sua ajuda, esta realidade será alargada a novos locais e irá favorecer comunidades de várias dezenas de espécies vegetais e animais.

A retenção de água no solo, a resistência natural a incêndios e a ausência de substâncias nocivas aos organismos são qualidades singulares que raramente surgem conjugadas no Litoral Centro e Norte de Portugal, amplamente fustigado por monoculturas agroflorestais e espécies exóticas invasoras. Queremos lutar para inverter a situação e devolver à região de Coimbra a floresta que é dela por natureza: carvalhos, castanheiros, salgueiros e ulmeiros, cujo caducar das folhas se torna a cada ano o substrato ideal para o surgimento de prímulas e orquídeas.

 

Este património mantém vivos e saudáveis os ciclos do ecossistema e presenteia-nos com serviços gratuitos e cruciais que asseguram o nosso bem-estar e sobrevivência. Uma explosão de néctar para os polinizadores dos quais dependemos, um local com um microclima fresco, particularmente agradável nos dias de maior calor, e uma verdadeira armadilha para o carbono que estamos a tentar reter no solo para lutar contra as alterações climáticas, a Bio-Reserva Senhora da Alegria assume-se como um exemplo da solução que devemos implementar desde já para enfrentar os problemas do futuro, que se revelam cada vez mais presentes. 

VAMOS A ESTA EXPANSÃO?

Numa primeira fase, o objetivo da Milvoz é a aquisição de terrenos muito próximos do que é hoje em dia a Bio-Reserva Senhora da Alegria. Desde os mais extraordinários espaços nas redondezas, que queremos impedir que sigam o infeliz caminho do bosque pantanoso recentemente abatido, a terrenos que necessitarão de algumas intervenções de restauro ecológico, este conjunto de espaços receberá o tipo de gestão que temos vindo a implementar desde o início. O objetivo será eliminar os desequilíbrios vigentes e restituir a estabilidade ambiental que aqui vigorava em tempos antigos. 

Primeira Meta atingida!

22.000€ (custos da aquisição dos terrenos e respetivas escrituras)

Atingida a meta da primeira fase, seguiu-se para a segunda fase, a qual teve como objetivo a aquisição de um terreno adicional, no qual pretendemos mais tarde vir a criar um centro interpretativo, que permitirá dar a conhecer aos visitantes a história da Milvoz e, em particular, da Bio-Reserva Senhora da Alegria e seus abundantes valores naturais. Este local permitiria ainda diversificar o património natural da Bio-Reserva, pelo belo olival tradicional que o constitui e que traz à memória aquele que era o uso humano sustentável do solo quando as comunidades locais dependiam do que dele produziam. Com uma vista privilegiada para a floresta que se refugia na humidade da encosta, este terreno abrirá a possibilidade de implementação de inúmeras iniciativas pela Milvoz, como a criação de um viveiro florestal ou o melhoramento dos trilhos que conectam os vários espaços de interesse nesta zona.​

Segunda meta não atingida

11.000€ (custos da aquisição do terreno e respetiva escritura)

Meta total: 22.000€ (primeira fase) + 11.000€ (segunda fase) = 33.000€

Processo de aquisição

Graças a todos os contributos por parte dos cidadãos, a Milvoz encontra-se agora em fase de aquisição dos terrenos com maior importância e valor ecológico que são necessários salvaguardar.

Todas as expansões serão divulgadas e no final será feito um mapa de atualização das novas áreas da Bio-reserva Senhora da Alegria.

Visite-nos para ir sabendo mais acerca deste projeto!

bottom of page